Imagem Banner 1
Imagem Banner 2
Imagem Banner 3

A José Afonso & Filhos, Lda, foi criada em 1990, sendo nessa altura uma pequena serração de madeiras, situada no interior da povoação de Oleiros. A empresa era gerida pelo Sr. José Afonso, com a colaboração de seus dois filhos, que com o seu falecimento prematuro, juntos continuaram a actividade da família, exploração florestal e serração de madeiras.

Entre os anos de 1992 e 2008, os dois sócios levaram a empresa a um crescimento considerável, tendo passado de uma pequena empresa familiar, para uma empresa de referência na sua região.
Durante este período, os sócios da José Afonso & Filhos, Lda, criaram um grupo de empresas, com as quais passaram a controlar, as principais actividades, deste a exploração florestal, aos transportes, passando pelos combustíveis e finalmente a industria dos derivados da madeira, com a produção de briquetes.

No ano de 1996, com o crescimento das empresas, foi necessário proceder a sua deslocação, para uma Zona Industrial, criada para o efeito, no local do Açude Pinto, Oleiros.
Nesse local que foi construída uma nova serração, dotada de 4 linhas, equipadas com as soluções técnicas mais modernas, à data. Além da serração, foi construído um edifício de escritório e outras instalações, que entraram em funcionamento em 1997.

No ano de 2008, o grupo já contava com 5 empresas as quais facturavam cerca de 30 Milhões de euros, na sua grande maioria para exportação.
As cinco empresas empregavam directamente 120 funcionários, e indirectamente davam trabalho a um número superior a este.
Nesse ano os dois irmãos/sócios, decidiram em comum acordo, seguir caminhos separados, tendo dividido o grupo em duas partes, passando cada um deles a ter o controlo da sua parte.

Nessa operação de separação do grupo, a José Afonso & Filhos foi transformadas em sociedades anónima, passando a deter o Capital Social Afonso & Filhos SA e a Nova Lenha, Lda,.

Em 2010, procedeu-se á fusão da Nova Lenha, Lda ficando apenas a José Afonso & Filhos, SA.

Nos anos seguintes à separação, a empresa José Afonso & Filhos SA, conheceu níveis de crescimento consideráveis.
- Em 2008, foi construída e colocada em laboração a fábrica de pellets, com capacidade para cerca de 70.000Tn ano.
- Em 2010, foi construída e colocada em laboração a fábrica de Briquetes, com capacidade para cerca de 7.000Tn ano.
- Ainda em 2010, foram efectuadas grandes investimentos na serração, tendo sido criada uma nova linha para produção de madeiras de maiores dimensões. Com esta linha, passou a ser possível responder a algumas oportunidades de mercado, nomeadamente a pedidos de madeira para construção.

Além da nova linha, foram efectuados alguns investimentos, em alguns pontos críticos da serração, com vista ao aumento da produtividade, da rendibilidade e da qualidade.
- Em 2011, foi efectuada uma renovação total da frota, tendo sido adquiridas 26 viaturas MAN novas.
- No período que decorreu entre 2008 e 2012, esta empresa aumentou o seu número de efectivos de 60, para 120 funcionários.

Nos últimos anos, a serração de madeira, foi por diversas vezes modernizada, aumentando os seus equipamentos, tanto em quantidade como em qualidade. Actualmente já conta com 8 linhas de serração de madeira, com as quais produz cerca de 60 000 M3/ano.

Actualmente a empresa José Afonso & Filhos, SA, é uma referência nacional no seu sector. Os seus produtos, são reconhecidos pela sua elevada qualidade, situação que lhe tem permitido alcançar novos mercados.

Mercado Nacional – Representa 5% das vendas, sendo que em Portugal, conta basicamente com três grandes clientes; SONAE, LIDL, GRUPO INTERMACHE.

Exportação – Têm um peso de 95% das vendas, repartidos por diversos países da Europa Ocidental, desde os países nórdicos, para onde se carregam navios de pellets a cada 20 dias, ao mercado tradicional da madeira serrada (Espanha), terminando no mercado marroquino, o qual têm vindo a ganhar um peso considerável, nos últimos anos.

 

POLÍTICA DE GESTÃO DA CADEIA DE RESPONSABILIDADE

A José Afonso & Filhos, SA. (JAF). declara o seu compromisso em implementar e manter a Gestão da Cadeia de Responsabilidade (Chain of Custody) de acordo com os requisitos das iniciativas do FSC® (Forest Stewardship Council®) e do PEFC (Programme for the Endorsement of Forest Certification schemes).

Neste âmbito, a JAF pretende assegurar que todo o material florestal que comercializa não tem origem controversas, consideradas pelo PEFC, as atividades de gestão florestal que:

  • Não cumprem a legislação local, nacional ou internacional, com aplicação às atividades relacionadas com a floresta, em particular as que se relacionam com as áreas seguintes:
    • operações florestais e de abate, incluindo conservação da biodiversidade e conversão de florestas para outros usos;
    • gestão de áreas classificadas de elevados valores ambientais e culturais;
    • espécies protegidas e ameaçadas, incluindo os requisitos da CITES;
    • assuntos de saúde e trabalho dos trabalhadores florestais;
    • direitos de posse, propriedade e utilização dos povos indígenas;
    • direitos de posse, propriedade e utilização de terceiros;
    • pagamento de impostos e taxas.
  • Não cumprem a legislação do país onde foi feita a exploração florestal relativamente ao comércio e obrigações aduaneiras que se refiram ao sector florestal
  • Utilizam material florestal geneticamente modificado
  • Procedam à conversão de florestas para outro tipo de vegetação, incluindo conversão de florestas primárias em plantações florestais

A empresa pretende assegurar também não estar direta ou indiretamente envolvida nas seguintes atividades consideradas inaceitáveis pelo FSC:

  • Corte ilegal ou o comércio de madeira ou de produtos florestais ilegais;
  • Violação dos direitos humanos e tradicionais em operações florestais;
  • Destruição de altos valores de conservação em operações florestais;
  • Conversão significativa de florestas em plantações ou em outros usos não florestais;
  • Introdução de organismos geneticamente modificados em operações florestais;
  • Violação de qualquer uma das principais convenções da OIT como definido na Declaração Sobre Os Princípios Fundamentais e Direitos no Trabalho da OIT.

A JAF compromete-se ainda a cumprir os requisitos sociais, de saúde e de segurança no trabalho, assegurando aos trabalhadores a liberdade de se associarem, escolherem os seus representantes e negociarem colectivamente, proibindo o uso de trabalho forçado e infantil, garantindo iguais oportunidades de emprego e tratamento, e proporcionando condições adequadas à saúde e segurança dos trabalhadores.